Hospital Estadual Alberto Rassi
Acesso à informação Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(23/01/2023) HGG realiza palestra sobre o perigos da automedicação

A farmacêutica da unidade falou sobre cuidados, armazenamento e até descarte correto de medicamentos

Em celebração ao Dia do Farmacêutico, comemorado no dia 20 de janeiro, o Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG realizou a palestra “Os perigos da automedicação”, para pacientes e acompanhantes que aguardavam atendimento no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA). Quem falou sobre o assunto foi a farmacêutica Letícia Vaz de Araújo, que além de fazer alertas sobre os cuidados com os medicamentos, também conversou com os presentes sobre armazenamento e descarte correto.

Letícia reforçou que o objetivo é informar sobre os riscos e reforçar a importância de uma conversa clara com profissionais qualificados, sejam eles médicos ou farmacêuticos. “Muitos têm o hábito de pegar indicação, porque o medicamento foi bom para uma pessoa e acabam tomando sem orientação. Especialmente pacientes com doenças crônicas, precisam estar atentos pois pode ocorrer a interação entre medicamentos podendo causar problemas de saúde, complicações ou até a ineficácia do tratamento. É fundamental observar o local de armazenamento, evitando lugares quentes ou úmidos, além de verificar sempre a data de validade ou se sofreu alterações de cor, por exemplo. Temos que ser responsáveis também sobre o descarte, fazê-lo em pontos de coleta como drogarias e Unidades Básicas de Saúde.

A paciente Joselita Rosa dos Santos comentou que como precisa tomar várias medicações, sempre tira dúvidas com os médicos. “Eu estou fazendo um tratamento no joelho, então passo por vários médicos, e gosto muito de conversar. Mas eu ainda tenho o hábito de me automedicar, então eu aprendi que um pode tirar o efeito do outro, então é muito perigoso tomar remédio sem receita, por conta própria, agora eu vou ficar mais atenta”.

Laila Laiz de Oliveira, é vendedora e estava acompanhando o esposo, que está em tratamento no HGG, contou que pretende corrigir alguns hábitos. “Eu achei esse assunto muito importante. Às vezes, por falta de informação, acabamos fazendo práticas erradas, tomando medicamento errado, sem ter a consciência que isso pode trazer um dano mais para frente. Então é muito bom ter um profissional aqui nos ajudando e aconselhando, e até mesmo prevenindo. Essa parte de descarte de medicamentos eu não sabia, eu mesma jogava no lixo comum, a partir de agora eu aprendi que tem que ser descartado em local devido, e sobre cortar os medicamentos também, as vezes eu cortava e ficava perdida, sem saber a data de validade, mas agora eu vou seguir as orientações que ela passou”.

Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.