Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(19/11/2018) Mais de 300 pessoas são atendidas em evento alusivo ao Dia Mundial do Diabetes

Promovido pelo HGG, evento aconteceu nesta quarta-feira, 14 de novembro, e disponibilizou serviços gratuitos de saúde para a população

Em alusão ao Dia Mundial do Diabetes, o Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, por meio do Centro Estadual de Atenção ao Diabetes (CEAD), promoveu uma manhã de serviços gratuitos para a população. Em uma tenda montada na Praça Abrão Rassi, 317 pessoas receberam atendimentos que incluiram orientações com nutricionistas, fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, endocrinologistas, além de aferição de pressão arterial, cálculo de IMC e teste de glicemia.
Neste ano, o Dia Mundial do Diabetes tem como tema “Família e Diabetes”, em que o principal objetivo é conscientizar a população que o diabetes tipo 2 é amplamente evitável. Profissionais do Serviço de Nutrição distribuíram informativos alertando a população para a necessidade de ler os rótulos. Em uma brincadeira, a pessoa era convidada a colocar a mão em uma caixa fechada e adivinhar o alimento que estava ali dentro, no caso uma espiga de milho. A ideia é mostrar que os alimentos essenciais para a saúde não possuem rótulos.

A funcionária pública Maria Margarete Macedo realizou todo o circuito de saúde. Acompanhando o marido, que é diabético, ela explica que nunca tirou um tempo para fazer exames e cuidar da saúde. “É a primeira vez que medi minha glicemia e fiquei assustada quando deu o resultado 141. Apesar de não ir regularmente ao médico, eu sou muito cuidadosa com a alimentação. Eu sempre dou preferencia para comer doces durante o dia, para dar tempo de fazer a digestão”, explicou.

A dona de casa, Rosangela Batista da Silva, também participou da ação. Ela descobriu há um ano que é portadora de diabetes, e esteve no evento para medir a glicemia. “Eu estou tomando remédio, mas não tomo regularmente. Acho que não precisa, até porque estou bem. Hoje medi a glicemia e a pressão, e está tudo bem. Acho importante uma ação desse tipo porque nos alerta para os perigos da doença”.

O chefe do Serviço de Endocrinologia do HGG, e responsável pelo CEAD, Nelson Rassi, explicou que a ação teve o objetivo de chamar a atenção da população para o diabetes, que na maioria dos casos pode ser evitado. “Um estilo de vida saudável consegue evitar a doença. Basta manter alimentação saudável e a prática regular de atividade física para evitar o diabetes tipo 2. O nosso intuito aqui hoje é chamar atenção para o problema, e orientar as pessoas atendidas a dar uma continuidade ao que começamos aqui”, afirmou.


Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.