Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(22/10/2018) Serviço de Neurologia do HGG promove palestra sobre epilepsia

Doutor em neurologia, Wagner Afonso Teixeira, esteve no HGG nesta quarta-feira, 17 de outubro, ministrando a palestra “Semiologia das crises epilépticas”

O Serviço de Neurologia do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG promoveu nesta quarta-feira, 17 de outubro, uma atividade de educação continuada para médicos e residentes da unidade. O doutor em neurologia, Wagner Afonso Teixeira, que atua no Distrito Federal, esteve no hospital ministrando a palestra “Semiologia das crises epiléticas”. O evento aconteceu no Auditório do HGG e reuniu profissionais de várias unidades de saúde.

A epilepsia é uma condição neurológica bastante comum, acometendo aproximadamente uma em cada 100 pessoas. A doença é caracterizada pela ocorrência de crises epiléticas, que se repetem em intervalos variáveis. Essas crises são as manifestações clínicas de uma descarga anormal de neurônios, que são as células que compõem o cérebro. De acordo com Wagner, é muito importante falar sobre epilepsia, porque é uma doença comum como diabetes e pressão alta, porém existem muitos mitos que rondam a doença.

A preceptora da residência de neurologia e neurofisiologia, e responsável pelo Ambulatório de epilepsia do HGG, Ivanice Vaz de Andrade Ramos, explicou que o HGG é um centro de referencia para o tratamento da doença. “Essa atividade científica teve o intuito de informar e ensinar os residentes e neurologistas sobre o diagnóstico de epilepsia, como são as crises, qual o perfil dos pacientes, porque assim teremos um melhor proveito no diagnostico e tratamento dessas pessoas”, declarou.

Referência no tema, Wagner Afonso Teixeira é médico neurologista e neurofisiologista, atualmente docente da residência de Neurologia do Hospital de Base do Distrito Federal. Além disso, fez doutorado em Neurologia na Universidade de São Paulo, concluído em 2002. A tese foi sobre Displasias Corticais Focais, principal causa de epilepsia de difícil controle na infância.


Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.