Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(20/10/2017) Colaboradores recebem informações sobre higienização das mãos

Palestra reforçou técnicas de lavagem das mãos e alertou sobre a adesão aos protocolos

Cerca de 30 colaboradores de diversos setores do Hospital Alberto Rassi - HGG participaram da palestra Semana Mundial de Higienização das Mãos, realizada na última terça-feira, 17 de outubro, no auditório da unidade. A palestrante foi a coordenadora da Comissão Municipal de Segurança do Paciente, Zilah Pereira Cândida das Neves, que é enfermeira, doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e professora da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO).

Zilah destacou que higienizar corretamente as mãos é um assunto que todos já sabem, mas que é sempre pertinente relembrar e reforçar as informações, já que os colaboradores devem acreditar na importância da higienização correta. "Temos que ter cuidado com a higienização das mãos, principalmente porque lidamos todos os dias com pacientes que estão com a imunidade mais baixa, estão mais vulneráveis a uma infecção", ponderou.

A palestrante relembrou historicamente os primórdios do controle de infecção e abordou também a definição do protocolo de higienização das mãos do Center of Disease Control and Prevention (CDC), em 2002. Zilah abordou ainda a criação, em 2004, do Programa de Segurança do Paciente pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com o objetivo de coordenar, disseminar e acelerar as melhorias relativas à Segurança do Paciente, além das iniciativas nacionais relacionadas ao mesmo tema.

Ao final da palestra, os participantes relembraram os cinco momentos cruciais de higienização das mãos - antes do contato com o paciente, antes de realizar um procedimento limpo/asséptico, após rosco de exposição a fluidos corporais, após tocar o paciente, após tocar superfícies próximas ao paciente - e receberam ainda recomendações sobre as técnicas de lavagem e sobre o uso do sabonete e do álcool em gel ou espuma.

A técnica em enfermagem Luciana Neves Luiz participou da palestra e acompanhou as informações atentamente. "Foi muito interessante. É sempre bom relembrar essas práticas que fazem parte do nosso cotidiano e o quanto elas são importantes para a segurança, já que lidamos com as vidas dos pacientes", ressaltou.

Zilah disse que reforçar esse assunto é relevante, pois o hospital é um local de prestação de assistência. "A higienização das mãos é um ato que todos os colaboradores, desde quem está na área assistencial até o apoia, devem se envolver, praticar e fazer da maneira correta. É um ato simples para a segurança do paciente e do próprio colaborador", explicou.


Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.