Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(26/05/2017) Déborah Victória anima pacientes no Sarau do HGG

Apresentação contou com música sertaneja do modão ao universitário. Cantora emocionou público ao contar sua história de vida

O Sarau do Hospital Alberto Rassi - HGG recebeu nesta quinta-feira, 25 de maio, a cantora Déborah Victória. A apresentação, realizada no jardim da Solistência, animou pacientes, acompanhantes e colaboradores, que se divertiram ao som de muita música sertaneja. O público se animou e cantou junto com a cantora todo o repertório da apresentação, que foi do modão ao universitário.

Vilma Rosa do Carmo está internada para tratamento de varizes, mas nem por isso deixou de aproveitar a apresentação. "Foi maravilhoso! Cantamos muito! É muito bom ter músicas assim, do nosso tempo, que fazem lembrar do passado", comentou. A paciente Maria de Lourdes da Silva também elogiou a apresentação. "Gostei demais! Acho que poderia ter apresentações assim todo dia, porque alegra a gente", disse.

A técnica em enfermagem da Clínica Médica Ana Maria Fernandes acompanhou o show e cantou boa parte das músicas. Ela é fã de sertanejo e aprovou a apresentação. "Foi um show muito bom! Ela canta bem demais", disse. Ana Maria ainda elogiou a realização do Sarau no HGG. "Me sinto muito bem ao assistir o Sarau. Sempre que posso dou uma passadinha pela apresentação para ver um pouquinho. Percebemos o quanto faz bem para os pacientes e até para nós mesmos. Para mim, a música é um remédio para o coração."

Além de levar música aos pacientes, Déborah emocionou o público ao contar que sofreu um grave acidente de aos 9 meses de idade, o que lhe causou 12 anos de tratamento complexo em hospitais de Goiânia e São Paulo. "É muito emocionante estar cantando pra vocês aqui hoje. Quero dizer que eu sou um milagre, então vocês podem confiar que vão sair dessa", disse emocionada.

A cantora destacou que cantar no HGG foi a realização de um sonho. "Foi incrível! Nem tenho palavras para descrever o que estou sentindo agora. Essa apresentação foi muito importante pra mim. Se quiserem, podem me chamar toda semana que eu venho", brincou.

A mãe de Déborah Victória, Marilda de Souza, também foi ao hospital, acompanhar a apresentação da filha. Ela afirmou que dolorosa experiência vivida com o tratamento da filha a fez acreditar que a recuperação de pacientes é possível. "É muito gratificante vê-la cantando hoje, justamente num hospital. Com a música ela curou não só o físico, mas a alma também", afirmou emocionada.

Marilda ainda elogiou o Sarau do HGG e disse que sentiu falta de ações como o Sarau quando precisou acompanhar a filha no tratamento. "Quando fiquei por três meses com a Déborah no hospital não havia um trabalho como esse. Isso faz bem para a alma, dá forças para a pessoa querer se recuperar. É um trabalho muito bonito", encerrou.


Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.