Hospital Alberto Rassi
Acesso à informação Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(10/02/2020) Bateria Madrasta leva carnaval aos corredores do HGG

Ação mobilizou todas as áreas do hospital e contou com participação dos pacientes, acompanhantes e colaboradores

Na última quinta-feira, 6 de fevereiro, o Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG recebeu uma atração que mudou os ares da unidade e animou pacientes, acompanhantes e colaboradores. O primeiro Sarau do HGG de fevereiro levou a Bateria Madrasta, composta por acadêmicos de medicina da UFG, com apresentações aos moldes de escola de samba aos quatro andares do hospital. Essa apresentação marcou a abertura da programação do Sarau do mês do Carnaval no hospital.

Para os pacientes, foi um momento de esquecer a dor ao serem contagiados pela alegria da música. "Esse sarau é muito importante, anima a gente. Às vezes estamos aqui deprimidos por causa da doença, ai vem uma música dessa e alegra a todos na mesma hora. Isso é esplêndido!", ressalta Dulcinéia Martins, internada no HGG para a retirada de um linfoma.

Já Antônio Caetano Ferreira, que é acompanhante de um dos pacientes do HGG, disse que nunca viu um hospital que leva alegria dessa forma. "Esse pessoal consegue mexer com a gente, além do tratamento ótimo que os pacientes recebem, o hospital ainda proporciona uma coisa dessas. Eu mesmo nunca tinha visto carnaval pessoalmente, isso me deixou muito feliz".

Para os músicos, que são acadêmicos de medicina, essa foi uma experiência memorável e que fará a diferença na vida profissional de cada um deles no futuro. Caterine Mendes, que toca na Bateria Madrasta há três anos, diz que a experiência de tocar dentro do hospital é muito interessante. "É a oportunidade de trazer um pouquinho de alegria para o dia-a-dia dos pacientes e de tirá-los desse estado de torpor causado pela doença". Além disso, ela garante que essa experiência "abre os nossos olhos enquanto profissionais com relação a essa preocupação com o bem estar e dignidade das pessoas internadas".

Esta foi a primeira vez que o Sarau do HGG recebeu uma escola de samba para apresentação itinerante pela unidade de saúde. Ao todo, cerca de 20 músicos percorreram os corredores de todas as alas do hospital. A concentração se iniciou em uma tenda montada no estacionamento do HGG, às 17 horas, de onde todos os percussionistas seguiram pelos ambientes internos.

Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.