Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Notícias

(14/05/2019) Com os temas “Higienização das mãos” e “Saúde do Trabalhador”, ação do HGG atende cerca de 350 pessoas

Com os temas “Higienização das mãos” e “Saúde do Trabalhador”, ação do HGG atende cerca de 350 pessoas

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG realizou nos dias 8 e 9 de maio, duas edições do projeto Saúde na Praça. Com os temas “Higienização das mãos” e “Saúde do Trabalhador”, a ação disponibilizou serviços gratuitos para a população como orientações com médicos, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, técnicos em segurança do trabalho, enfermeiros, entre outros. Também foram oferecidos serviços de aferição de pressão e testes de glicemia, que atenderam 345 pessoas nos dois dias.

No dia dedicado à conscientizar a população sobre a importância da higienização correta das mãos, a enfermeira Fabrícia Cândida convidou as pessoas a participarem do desafio da caixa reveladora de bactérias. A profissional esclareceu que as mãos são a principal forma de contágio devido à fácil contaminação, e por isso é necessário a lavagem frequente e de maneira correta, principalmente antes de se fazer as refeições e depois de utilizar o transporte público. “Lavar as mãos corretamente reduzem em até 40% as chances de contrair doenças como H1N1, por exemplo”, disse.

No dia 9 de maio, a manhã foi dedicada a orientar sobre como evitar acidentes de trabalho. O gerente do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), Wilmar Felipe, explicou que o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), é obrigatório. “Nós mostramos para a população os principais EPIs, e ressaltamos que é fundamental para garantir a saúde e a proteção do trabalhador, evitando consequências negativas em casos de acidentes de trabalho”.

O autônomo Édio Rabelo Silva participou do Saúde na Praça, e explica que esse tipo de ação auxilia na orientação do público que por vezes comete algum deslize na saúde por falta de informação. “Faço tratamento no HGG e sempre que acontecem essas ações eu participo. Cuido da minha saúde, recentemente descobri que sou diabético, mas estou sempre em busca de orientações. O que eu achei mais interessante foi o teste de higienização das mãos, fiquei surpreso com a quantidade de bactérias que não conseguimos enxergar”, finalizou.


Fonte: IDTECH





Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.