Hospital Alberto Rassi
Fale com a Ouvidoria Saiba como fazer parte da equipe do HGG Perguntas Frequentes Entre em contato com o HGG    




Gestão Idtech





A organização social

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) nasceu da vontade de um grupo de profissionais ligados às áreas de saúde e informática de desenvolver projetos voltados para a melhoria da qualidade de vida da população carente, principalmente a que depende dos serviços públicos.

O grupo tinha muitos projetos, mas precisava de alternativas para colocá-los em prática. Assim, surgiu a ideia de criar uma instituição que pudesse buscar parcerias com os setores público e privado para viabilizar sua execução.

O Idtech foi fundado em 05 de setembro de 2005. A assembleia de eleição e posse da primeira diretoria foi realizada no dia 28 de março de 2006. Na ocasião foi aprovado, também, o estatuto social do Instituto.

Associação civil, qualificada como organização social, o Idtech tem sede e foro em Goiânia. Voltado para a realização e o gerenciamento de projetos de cooperação científica e tecnológica, está legalmente apto a atuar em todo território nacional, isoladamente ou em parceria com instituições públicas ou privadas, por meio de escritórios e/ou representações em outras localidades. Seu prazo de duração é indeterminado.

Saiba mais em www.idtech.org.br


Idtech e HGG

O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) tornou-se organização social gestora do Hospital Alberto Rassi – HGG ao sagrar-se vencedor do chamamento público número 005/2011, promovido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde. O Instituto concorreu com outras três entidades da Bahia, que não recorreram da decisão.

O resultado do Chamamento Público foi anunciado pelo secretário estadual de Saúde Antônio Faleiros no dia 22 de dezembro de 2011 e publicado no dia 2 de janeiro de 2012, no Diário Oficial do Estado e no jornal Diário da Manhã. O Instituto assumiu a gestão do Hospital no dia 16 de março deste mesmo ano.

O Idtech foi muito bem avaliado no quesito capacidade gerencial. A nota que o colocou como 1° colocado foi de 79,7 pontos, em uma escala que vai até 100. O 2° colocado, Instituto de Gestão e Humanização, obteve a nota 66,8. O contrato de gestão entre Governo de Goiás e a organização tem validade anual e pode ser prorrogado por mais cinco anos.

Objetivos

A proposta técnica prevista no contrato de gestão do Idtech com a Secretaria de Estado da Saúde prevê aumento da capacidade de atendimento e ganho na qualidade da assistência a partir do seu novo modelo de gerenciamento, por meio contrato de gestão. A proposta elaborada pelo Instituto prevê a colocação de todos os setores do hospital em funcionamento pleno e a ampliação do número de leitos.

  • Buscar a melhoria da qualidade da gestão e o atendimento dos critérios de excelência: liderança, estratégias, foco no cliente, informação e análise, gestão de pessoas, gestão de processos e resultado da organização.

  • Exercer a política de humanização do atendimento;

  • Otimizar o uso da capacidade instalada;

  • Otimizar a utilização dos recursos disponíveis;

  • Valorizar os trabalhadores envolvidos no processo, fortalecendo sua motivação, o autodesenvolvimento e o crescimento profissional, incentivando-os para a mudança das práticas e melhorias dos serviços de saúde ofertados a população;

  • Promover a excelência em atendimento visando à satisfação dos clientes internos e externos;

  • Aprimorar a qualidade do serviço prestado;

  • Melhorar as condições de trabalho;

  • Adequar os serviços ao ambiente, respeitando a privacidade e promovendo a ambiência acolhedora;

  • Resgatar os fundamentos básicos que norteiam as práticas de saúde no Sistema Único de Saúde (SUS), reconhecendo os gestores, trabalhadores e usuários como sujeitos ativos das ações de saúde;

  • Promover a seleção de profissionais;

  • Possibilitar a readequação e o aperfeiçoamento profissional dos recursos humanos existentes e a disponibilização de profissionais para suprir os déficits existentes;

  • Formar e capacitar os recursos humanos envolvidos, bem como disponibilizar novos profissionais sempre que se fizer necessário;

  • Oferecer a melhor alternativa assistencial disponível para as demandas dos usuários, considerando a disponibilidade assistencial do momento;

  • Aperfeiçoar os recursos tecnológicos existentes e implantar significativas melhorias na área;

  • Implantar estratégias de avaliação dos serviços desenvolvidos visando aferir o desempenho dos profissionais envolvidos, o grau de satisfação dos usuários em relação aos prestadores de serviços, garantindo assim a qualidade de atendimento prestado;

  • Implantar um sistema efetivo de metas e indicadores;

  • Ser um instrumento para fortalecimento da gestão da Secretaria de Estado da Saúde e do Governo de Goiás.

    Fonte: IDTECH / HGG





  • Licença Creative Commons
    Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.